Lua Minguante


Olhando para a lua

esta minguante e radiante

me lembro de histórias

ditas a alguém que uma noite já amei

já me dediquei tanto a algo que um dia jurei que nunca iria acabar

olho para a lua e lembro de noites

assim como essas de fevereiro

o brilho da lua que ofusca a mais radiante das estrelas

o tempo seco que aquece meu corpo...como se fosse um abraço dela

em um mundo louco aonde só a voz dela me conduzia a sanidade

confesso que sinto falta da voz dela

dos risos e afetos...

dos sussurros de amor que fazia cada parte do corpo arrepiar

a cada luar a distância não importava

parecia que o amor tampava aquela enorme distância

mas foi um engano acreditar que um dia aquele amor juvenil

iria perdurar para sempre...

"mais lindo que um cometa

ser maior que um planeta"

são palavras que um dia recitei e usei para tampar o vazio da distância

mas com o tempo não se brinca e discute

como cinzas aqueles versos se foram e se perderam ao vento

pode até ser um ponto de vista

mas aquelas cinzas mesmo separadas e que nunca voltaram a formar aqueles versos,

estão pelo mundo espalhadas aonde ficaram eternamente vagando pelos ventos.

...Mais uma vez a lua minguante me faz recitar algo tão lindo que são os versos

sobre algo tão singelo e ingênuo como aquele amor passado

confesso que um beijo nunca ganhado dela nenhuma outra poderá fazer igual.

E a cada lua , não somente minguante, me vem certas lembranças ou erradas lembranças, o que aconteceu e o que não aconteceu , aquele beijo , aquele que não aconteceu mais que ainda assim eu ainda o recordo e assim como as passagem da lua vem sempre, mais vem de fases, algumas noites, por um curto tempo.

14 visualizações

"A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento."

Platão

Contador de 

Visitas:

Siga o Além dos Muros

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon