• Brenda

Não existe recomeços


Esses dias ouvi alguém afirmar que estava recomeçando a vida. Como se fosse possível... por que será que a maioria de nós se agarra a ideia de ignorar o passado? De “começar de novo”? Por que aceitar o processo de continuidade é tão assustador pra muitos? Por que não admitimos uma história real, cheia de falhas em vez de tentar incansavelmente acertar tudo “dessa vez”, ignorando as vezes anteriores onde erramos ou simplesmente não fomos tão felizes quanto queríamos? Não da pra jogar fora cada pedaço de tempo que não atendeu nossas expectativas. Por isso acredito na ideia de que devemos dar continuidades melhores em vez de insistir nesse papo falido de reiniciar uma corrida que jamais voltará ao ponto de partida. Não existe uma interrupção entre o antes e o agora. Sua cura não é um novo início. Talvez seja uma chance de viver melhor dai em diante, mas não deixa de ser a continuidade da sua doença. Houve um processo entre um e outro, mas nunca um rompimento. Tudo está conectado, o tempo é único e indivisível! Não estou dizendo que devemos abraçar a mesmice, ficarmos aprisionados ao passado e parar de planejar o futuro. Mas devemos ter a humildade de ser quem somos sem negar quem um dia fomos. Afinal, livrar-se dos aprendizados é como se despir de suas armaduras! E meu conselho é só um! Não faça isso. Não adianta evitar aquilo que ao seu ver já esta “encerrado”. Mesmo que você nunca olhe pra trás durante a caminhada, o cansaço em suas pernas sempre irá revelar por quanto tempo você tem andado.

12 visualizações

"A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento."

Platão

Contador de 

Visitas:

Siga o Além dos Muros

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon