Que mundo é esse?



Que mundo é esse onde eu sou julgada pelo tamanho da minha roupa?

Que mundo é esse que cortam as minhas asas, quando já estou sobrevoando?

Que mundo é esse em que não posso andar sozinha?


Predadores conspiram contra mim.


Que mundo é esse onde uma sociedade machista tenta me aprisionar?

Aaah, se a menina do metrô/ônibus reagisse a cada “pata de cães farejadores” que toca seu corpo.

Se a dona de casa revelasse através de suas cicatrizes internas, o tamanho do sofrimento que acarreta sua alma.


Sociedade machista!


Sociedade que aplaude de pé, discursos de agressões, contra o considerado sexo “frágil”.


Agora eu pergunto: Que mundo é esse, onde quem quer que ser a cabeça desse corpo chamado Brasil, ofende uma dama ao dizer que não estupraria por falta de formosura?


Lays Alcântara

Acadêmica do Curso de História (UEG Porangatu)


7 visualizações

"A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento."

Platão

Contador de 

Visitas:

Siga o Além dos Muros

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon