January 29, 2018

January 23, 2018

January 20, 2018

January 19, 2018

Please reload

Posts Recentes

Que o nosso egoísmo se transforme em união

March 9, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Parábola para Temer

Vamos imaginar. Jesus voltou. Jesus chegou, desta vez em terras brasileiras. Talvez o seu diálogo seja tudo isso: E a sua primeira fala foi a seguinte indagação:

 

 

--Filhos, quais as boas ações que estão fazendo em prol da população pobre e trabalhadora desta nação?

Não é que, um político altivo e maior signatário da República brasileira se colocou à frente para responde-lo.

--Senhor, estamos fazendo tudo de bom para o povo. Aprovamos a reforma do ensino médio, reforma trabalhista e estamos em vias de reformar a previdência social, sem contar os impostos que aumentamos, ao qual, o povo já está compreendendo o que fizemos.

Jesus, com sua paciência e sabedoria, falou em parábola para o seu interlocutor.

--Em verdade, em verdade vos digo, o filho que não cuidou dos pobres e trabalhadores será deixado de lado, não fará parte de meu reino eterno. Será preciso separar o arroz do timbete!

O presidente, colou as mãos na cabaça e exclamou!

--Senhor, salva-te a mesmo e a mim também, pois estão caluniando a mim, dizendo que nossas reformas serão contra o povo trabalhador. Mas isso não é verdade!

Jesus, o indagou mais uma vez.

--Em verdade, em verdade vos digo, parece que você não apascentou as suas ovelhas. Reformou o ensino médio, as leis trabalhistas e continua com a corrupção, sem contar que o que virá com a reforma da previdência é para proteger os mais fortes e poderosos.

O presidente não sabia que, Jesus conhecia à tudo e a todos, tinha conhecimento das mazelas das reformas impostas aos trabalhadores no Brasil. Mas, mesmo assim, resolveu indagar.

--Jesus, como podes dizer que as reformas que estamos fazendo prejudicará os trabalhadores brasileiros, se nem conheces o teor e a praticidade das mesmas?

Jesus, prontamente lhe respondeu.

--Homem de pouca fé, falso profeta e cobradores de impostos. O que fazes contra o povo trabalhador brasileiro, fazes contra mim. De hoje em diante, tu verás a minha fúria, o meu fardo para você não será leve e nem tampouco poderás chamar-me de Pai, pois aquele que maltrata o povo pobre e trabalhador, não merecerá o Reino de Deus.

Ouvindo isso, o presidente começou a chorar e se pós a lamentar.

--Ô Jesus, o que eu fiz não foi em meu nome, mas, em nome dos banqueiros, dos grandes empresários e do capital. Então, precisa me perdoar e dar-me uma nova chance.

Como Jesus sempre fora complacente e sabe perdoar. Disse as seguintes palavras.

--Homem de pouca fé, renunciarás a tudo que tens e darás aos seus próximos.

Ouvindo isso, o presidente logo respondeu.

--Obrigado Jesus, vou repassar todas as verbas das emendas parlamentares aos meus amigos e companheiros de governo, logo, não tereis mais nada. Nem um processo contra mim, injustamente proposto pelo Ministério Público Federal.

Ouvindo isso, Jesus, se pós a orar e partiu sem dar mais nenhuma palavra.

O silencio já diz tudo e, ações do presidente também

 

 

*Valtuir Moreira da Silva

Doutor em História, Professor e Diretor do Câmpus da UEG em Itapuranga. Colaborador do Programa Diário da Comunidade, veiculado pela Rádio Alternativa de Itapuranga. Coordenador do Projeto de Extensão, Saberes na Ruralidade: movimentos que educam.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

"A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento."

Platão

Contador de 

Visitas:

Siga o Além dos Muros

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon