Vândalos

Levanto cedo, como faço todos os dias, pego minha bicicleta e vou a padaria mais próxima. A moça que me atende já me conhece, me pergunta o que desejo e faço o pedido. Na cadeira ao lado dois rapazes tomam café e saboreiam pão de queijo. Nada fora dos padrões culturais de uma cidade de migrantes mineiros, não que mineiro só coma pão de queijo. Ouço o papo deles durante o curto período que aguardo a atendente providenciar meus pedidos. "Você viu ontem no jornal nacional o que aconteceu em Brasília? O que? Os vagabundos quebrando tudo. Ah vi sim. É um absurdo, depois quem paga a conta é o povo. A atendente me entrega o pedido, pago, pego minha bicicleta e começo a pedalar. Lembro dos rapazes,

Discursos e Desonestidade Intelectual da Grande Imprensa

Diante dos últimos acontecimentos envolvendo a conjuntura política do país, se torna cada vez mais interessante procurar compreender os diferentes discursos que, de forma direta ou, indireta procuram pensar os desdobramentos do tempo presente e, também inúmeras projeções sobre os direcionamentos vindouros. O historiador russo, Mikhail Bakhtin (1895-1975), considerado um dos mais influentes pensadores sobre a análise do discurso, defende que, o discurso se manifesta de variadas formas, trazendo consigo enunciados que, em muitas ocasiões não aparecem no primeiro plano, porém, estão presentes nas comunicações sociais, quando o sujeito afirma, sem deixar explícito sua afirmação. Acredito que, o

Saberes

Já a algum tempo venho redarguindo com colegas e amigos a capacidade de reconhecimento de diversos segmentos sociais apresentarem, cada qual ao seu modo, saberes diversificados. A afirmação parecerá um tanto quanto vazia se não damos à ela uma noção clarividente de que “saberes” estamos nos referindo. Isto é, devemos nos propor à seguinte pergunta: de que “saberes” se pretende tratar neste texto? Para responder a questão e com a devida e respeitosa licença concedida do leitor, gostaria de discorrer sobre uma experiencia muito válida para a pretensão deste escrito. Meses atrás iniciei a leitura de textos e escritos relacionados a uma hermenêutica social fundada sob bases do materialismo histó

Nietzsche: o trágico alegre

A busca de dar sentido para vida é um dos grandes dilemas da humanidade. Neste texto buscaremos pensar um pouco sobre o ser humano e sua capacidade de tentar construir sentido para sua existência A luz de Nietzsche. Deste os antigos (Grécia Antiga) a uma preocupação, e perguntas como: viemos de onde? Para onde vamos? Qual é o real sentido da vida? Se é que a existência tenha algum sentido! Assim, esses pontos que foram apresentados acima sempre foram indagações que nortearam a preocupação da filosofia de entender o cosmo na sua totalidade no sentido mais amplo do termo. O ser humano sempre foi questionador. Logo, percebemos a fragilidade do ser, criamos princípios, que nos direcionam para um

A Fragilidade da Democracia dentro da Terceira República

Nos últimos meses, alguns intelectuais tem defendido a hipótese de que, devido ao golpe parlamentar sofrido pela, ex presidenta Dilma Roussef, chegou-se ao fim a Terceira República no Brasil. Entre os pensadores defensores dessa ideia, podemos destacar o filósofo, Vladimir Safatle e, também o cientista político, João Feres Júnior. Assim, na ótica desses, estaríamos vivenciando um período híbrido, caracterizado por um estado de exceção com característica constitucional, se sustentando por meio do conceito de impeachment. Tendo como base esse parâmetro levantado acima, do qual, endosso as teses, temos como grande desafio em nosso país, consolidar definitivamente a democracia. Não digo restaura

Espaço Alternativo: um importante refúgio musical

O cantor e compositor, Fernando Antinelli, vocalista do grupo musical, O Teatro Mágico, em uma de suas mais belas composições, intitulada: Sonho de uma flauta, diz que, “nem toda palavra é, aquilo que o dicionário diz”. Na semana anterior, escrevi uma coluna dizendo que, as frases conseguem me tirar do lugar comum. Assim, não tenham dúvidas que, o trecho selecionado acima tem esse mesmo efeito alucinógeno, em virtude de me levar à inúmeros lugares, no qual, tenho dificuldades em descrevê-los, porque além de muitos, esses lugares aparecem e desaparecem em e nos meus pensamentos ao escutar e visualizar as múltiplas apresentações do, Teatro Mágico. Acho (gosto do termo) que, uma das mais belas

POLÍCIA

A greve geral ocorrida no último dia 28/04 em todo o Brasil obteve notável repercussão. A paralisação ocorreu devido à inconformidade da classe trabalhadora diante as reformas que o governo intenta aprovar como mecanismo restritivo face aos desatinos econômicos que se fazem sentir, ao menos esse é o discurso patenteado pelos governistas, o que é extremamente discutível. Não entrarei aqui nesse pormenor de extrema complexidade, uma vez que não é o objetivo do texto em questão. Destarte, gostaria de discutir sob uma perspectiva crítica e reflexiva, a ação da polícia frente à paralisação que recebeu maciça participação da classe trabalhadora, evidenciando um nevrálgico desacordo com as reformas

"A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento."

Platão

Contador de 

Visitas:

Siga o Além dos Muros

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon